link href='http://ufonts.com/css?family=Plume+DaMa+Bold' rel='stylesheet' type='text/css'/> Diamond Teen - O seu site teen, tudo sobre comportamento, beleza, moda e horóscopo Papo Cabeça: Existe idade certa para o amor? - Diamond Teen - O seu site teen, tudo sobre comportamento, beleza, moda e horóscopo Sexy Pink Heart - Text Select

Papo Cabeça: Existe idade certa para o amor?

Ah o amor, ele chega sem dar aviso prévio, mexe com nossos sentimentos, dá uma reviravolta em nossas vidas, mas será que existe uma idade certa para o amor? Clique em Leia Mais e continue lendo esse artigo!




Você está amando, e agora o que fazer??? De repente a menina que gostava de bonecas começa a se interessar pelos meninos, as aulas já não são as mesmas, o coração bate acelerado, os pensamentos se perdem na imensidão, sintomas de apaixonada! Não? Sim. Tudo lindo, tudo perfeito até lembrar de um pequeno detalhe, você é muito nova. Oou. Mas será que existe idade certa para o amor?

Amor é um bicho confuso, mas ele não pede autorização para se instalar, ele simplesmente vem e se acopla, realmente não mandamos no coração. A verdade é que não há idade certa para o amor nem prazo de validade para amar, ele pega qualquer um desprevenido. O que existe é preparação ou não para um relacionamento.

Você pode estar preparado para namorar aos 14 ou totalmente impedido aos 27, não é a idade quem determina e sim algo chamado maturidade. É a maturidade quem nos fará prontos para assumir um compromisso com alguém e não é porque você é jovem que não tenha.

Claro que o que pode rolar é a falta de consentimento dos pais, que preocupados com você, temem que sofra no tempo que consideram ''cedo demais''. Uma coisa que é preciso entender é: Seus pais não são contra você namorar, eles apenas temem as consequências que sua falta de experiência possa acarretar, eles querem te poupar de coisas que eles talvez já tenham passado. Em outras palavras tem medo que você quebre a cara.

É natural que por conta desse temor a família se oponha quando você quer namorar aos 12, 15 ou até 16 anos, pois nessa fase você ainda está envolvida com compromissos que em tese deveriam ser primordiais em sua vida como a escola, o primeiro trabalho, o curso de informática ou idiomas, etc...

Mas então, como driblar isso???


1º Seja paciente: você não pode obrigar seus pais a aceitar seu namoro, mas você pode e deve tentar convencê-los de que é responsável e madura o suficiente para isso. Mas terá de demonstrar com atitutes convincentes e com comprometimento mesmo, não com fingimentos!

2º Não tenha pressa: Ganhe o terreno pouco a pouco, com pequenas atitudes, mande bem nos estudos, tire boas notas, não se atrase, respeite horários, cumpra seus deveres em casa e respeite as ordens impostas por seus pais, você verá que em breve eles serão os primeiros a reconhecer que você já é uma mocinha esperta o suficiente para não cair em frias.

3º Não contrarie: Não insista na ideia idiota de medir forças com seus pais, será muito pior para você tê-los como inimigos, primeiro porque são sua família e as pessoas que deve amar acima de tudo e segundo pois não lhe leverá à lugar algum. A melhor forma de conseguir algo que deseja é sendo bacana.

4º Não toque no assunto: É não toque mais no assunto enquanto perceber que eles resistem, também não caia na bobeira de ficar saindo escondido por aí com seu paquera, pois eles podem descobrir e será pior para você. Peça um tempo ao seu amor, se ele gosta de verdade de você irá entender a situação.

5º Faça um auto- exame de consciência:  Questione a si mesma, você realmente se considera pronta para um relacionamento? Você é responsável o suficiente para isso? Você não está deixando de lado coisas que também são importante para se dedicar exclusivamente ao amor? Essas são coisas que devem pesar em sua balança na hora de seguir em frente ou frear tudo.  Lembre-se você é jovem, tem muito ainda à viver, não é necessário atropelar nada, curta cada etapa de sua vida.

6º Se der certo beleza: Isso mesmo, se der certo belezoca, se não der tudo bem, nem tudo sai como a gente quer, mas acredite, tudo conspira para o nosso melhor. Você ainda tem muito à viver e não pode nem deve anular sua vida por algo que pode ser nada mais que uma paixão de verão. Amor só vale à pena quando vem para somar. Nunca para diminuir ou dividir. Certo??? ;)